ANÁLISE DA INFLUÊNCIA DE FUROS HORIZONTAIS E TRANSVERSAIS  NA ZONA DE COMPRESSÃO EM VIGAS DE CONCRETO ARMADO CONVENCIONAL E EM VIGAS DE CONCRETO ARMADO COM A ADIÇÃO DE 25% DE PÓ DE BRITA

GEORGE EVERSON NUNES DA SILVA FILHO

Download PDF | 99 visitas

Abstract

No Brasil, a atividade de compatibilização de projetos ainda é feita de maneira muito precária. Quado essa atividade é desvalorizada, os projetos são encaminhados à obra repletos de erros, levando assim a falhas na etapa de execução. Um desses erros está relacionado a realização não prevista de furos horizontais e transversais em vigas para a passagem de tubulações, sem respeitar as exigências do item 13.2.5.1 da NBR 6118: Projeto de estruturas de concreto - Procedimento (ABNT, 2014) no qual prevê limites para a realização desses furos. Este trabalho tem como objetivo, estudar o real efeito da presença desses furos feitos fora de norma na resistência de vigas. Para isso, de acordo com a NBR 5738 - Concreto - Procedimento para moldagem e cura de corpos de prova (ABNT, 2015) foram moldadas 3 tipos de vigas: Viga tipo 1 - Viga de Alma Cheia; Viga tipo 2 - Viga com 1 Furo no local de Momento Fletor Máximo; e Viga tipo 3 - Viga com 2 Furos, cada um localizado onde o Esforço Cortante é Máximo. Para se ter um resultado mais preciso, foram moldadas 3 vigas de cada tipo. Em seguida, submeteu-se todas as vigas ao Ensaio de Stuttgart, respeitando todos os procedimento descritos pela NBR 12142 - Concreto - Determinação da resistência à tração na flexão em corpos-de-prova prismáticos (ABNT, 1991). Ao final do ensaio, o computador conectado a máquina, gerou um relatório com várias informações, dentre elas, a tensão de ruptura da viga. A partir deste dado, fez-se uma análise global dos resultados, comparando-se todas as vigas testadas. Como resultado geral, conclui-se que a Viga tipo 3 teve, aproximadamente, uma resistência 35% menor do que a Viga tipo 1 e que a Viga tipo 2 teve, aproximadamente, uma resistência 0,70% menor do que a Viga tipo 1. Portanto, a presença de 1 Furo no local de Momento Fletor Máximo não afeta significativamente a resistência da viga. Em contrapartida, a presença de 2 Furos, cada um localizado onde o Esforço Cortante é Máximo, afeta significativamente a resistência da viga, sendo de grande relevância o cuidado com a escolha do posicionamento de furos na viga, devendo-se sempre levar em conta o que está prescrito na NBR 6118 (ABNT, 2014).

Palavras-chave: Compatibilização; Furos; Resistência; Vigas; NBR 6118; Ensaio de Stuttgart.

In Brazil, the project compatibilization activity is still very precarious. Once this activity is devalued, the projects are sent to the work full of errors, thus leading to failures in the execution stage. One of these errors is related to the unplanned realization of horizontal and transverse holes in beams for the passage of pipes, without complying with the requirements of item 13.2.5.1 of NBR 6118: Concrete Structures Project - Procedure (ABNT, 2014) in which it provides limits for the achievement of these holes. This work aims to study the real effect of the presence of these holes made out of norm on the strength of beams. For this, according to NBR 5738 - Concrete - Procedure for molding and curing test specimens (ABNT, 2015) 3 types of beams were molded: Beam type 1 - Beam of Full Soul; Beam type 2 - Beam with 1 Hole in the location of Moment Maximum Fleet; And Beam type 3 - Beam with 2 Holes, each located where the Cutting Effort is Maximum. In order to obtain a more precise result, 3 beams of each type were molded. Then, all the beams were submitted to the Stuttgart Test, respecting all the procedures described by NBR 12142 - Concrete - Determination of tensile strength in flexion in prismatic test specimens (ABNT, 1991). At the end of the test, the computer connected to the machine, generated a report with several information, among them, the breaking tension of the beam. From this data, a global analysis of the results was performed, comparing all the beams tested. As a general result, it is concluded that Type 3 Beam had approximately a 35% lower resistance than Type 1 Beam and that Type 2 Beam had approximately a 0.70% lower resistance than Type 1 Beam . Therefore, the presence of 1 Hole in the location of Maximum Moment Moment does not significantly affect the strength of the beam. On the other hand, the presence of 2 Holes, each located where the Cutting Effort is Maximum, significantly affects the resistance of the beam, being of great relevance the care with the choice of positioning of holes in the beam, always taking into account the Which is prescribed in NBR 6118 (ABNT, 2014).

Keywords: Compatibility; Holes; Resistance; Beams; NBR 6118; Stuttgart Test.

Referências

NBR 5739 - Ensaio de compressão de corpos-de-prova cilíndricos. ABNT (2007)

NBR 5738 - Concreto - Procedimento para moldagem e cura de corpos de prova. ABNT (2015)

Fundamentos do Concreto e Projetos de edifícios. Libânio M. Pinheiro (2007)

Agregados para construção civil: Balanço Mineral Brasileiro. F. M. Valverde (2001)

Estudo do agregado miúdo para a produção de argamassas auto-densável: substituição da areia natural por areia de britagem . B. T. Carbonari; R. P. Guizilini; N. S. Klein ‒ Geração de valor no ambiente construído: inovação e sustentabilidade (2008)

Extração mineral de areias e seus impactos na territorialidade socioambiental: O caso de Feira de Santana - BA. Adson dos Santos ‒ VII Seminário Internacional Dinâmica Territorial e Desenvolvimento Socioambiental : "Terra em Transe" (2015)

NBR 12142 - Concreto - Determinação da resistência à tração na flexão em corpos-de-prova prismáticos. ABNT (1991)

Cálculo e detalhamento de estruturas usuais de concreto armado : segundo a NBR 6118:2003. Roberto Chust Carvalho; FIGUEIREDO FILHO, J. R. (2005)

NBR 5738 - Concreto: Procedimento para moldagem e cura de corpos-de-prova. ABNT (2015)

NBR NM 53 - Agregado graúdo: Determinação de massa específica, massa específica aparente e absorção de água. ABNT (2003)

NBR 9776 - Agregados: Determinação da massa específica dos agregados miúdos por meio do frasco Chapman. ABNT (1987)

NBR NM 248 - Agregados: Determinação da composição granulométrica. ABNT (2003)

Cimento Portland CP II (NBR 11578). ABCP (2017) http://www.abcp.org.br/cms/perguntas-frequente...

NBR 12655 - Concreto de cimento Portland: Preparo, controle e recebimento: Procedimento. ABNT (2006)

Beams Concrete with Openings: Analysis and Design. A. M. Mansur; Kiang H. Tan (1999)

Vigas de Concreto de Alta Resistência com Abertura na Alma. Ricardo Simões ‒ UNICAMP (1997) http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/docume...

Construções de Concreto: Princípios Básicos sobre a Armação de Estruturas de Concreto Armado. F. Leonhardt; E. Mönning (2007)

Técnica de Armar as Estruturas de Concreto. Péricles B. Fusco (2013)

Diagnóstico numérico de vigas Vierendeel formadas por perfis tubulares metálicos de seção circular. Anne Resende ‒ Universidade Federal de Uberlândia (2008) http://www.webposgrad.propp.ufu.br/ppg/produca...

Propriedade e Dosagem do Concreto. Rubens Curti ‒ Curso Intensivo de Tecnologia Básica do Concreto (2016) http://transportes.ime.eb.br/~moniz/matconst2/...

NBR 12655: Concreto de cimento Portland - Preparo, controle e recebimento - Procedimento. ABNT (2006) www.abnt.org.br

O edifício até a sua cobertura. Azeredo, H. A. D. (1997)

Dosagem dos concretos de cimento Portland. Tutikian, B. F.; Helene, P. ‒ Concreto: Ciência e Tecnologia (2011)

Advanced concrete technology: concrete properties. Newman, J.; Choo, B. S. (2003)

Concreto armado: introdução e propriedades dos materiais. Giongo, J. S.; Jacintho, A. E. P. G. D. (2007)

Advanced concrete technology. LI, Z. (2011)

NBR NM 36: Concreto fresco – Separação de agregados grandes por peneiramento. ABNT (1998)

NBR NM-ISO 2395: Peneiras de ensaio e ensaio de peneiramento - Vocabulário. ABNT (1997)

NBR NM 67: Concreto - Determinação da consistência pelo abatimento do tronco de cone. ABNT (1998)

Concrete: microstructure, properties, and materials. MEHTA, P. K.; MONTEIRO, P. J. M. (2006)

Design of concrete mixtures. Abrams, D. A. (1919)

Concreto de cimento Portland. Paulo Helene; Tibúrio Andrade ‒ Materiais de construção civil e princípios de ciência e engenharia de materiais (2007)

Manual de Dosagem e Controle do Concreto. Paulo Helene; Paulo Terzian (1992) https://www.passeidireto.com/arquivo/21163489/...

NBR 6467: Agregados - Determinação do inchamento do agregado miúdo - Método de ensaio. ABNT (2006)

NBR 6118: Projeto de estruturas de concreto - Procedimento. ABNT (2014)

NBR 7217: Agregados - Determinação da composição granulométrica. ABNT (1987)

Tecnologia do Concreto Estrutural. Péricles Brasiliense Fusco (2008)

NBR 9935: Agregados - Terminologia. ABNT (2011)

Utilização do pó de pedra basáltica em substituição à areia natural do concreto . Rômulo Tadeu Menossi ‒ UNESP (2004) https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/...

Análise da Influência de Furos Horizontais em Vigas de Concreto Armado. Sérgio Ricardo Agustinho ‒ UNESC (2009) http://www.bib.unesc.net/biblioteca/sumario/00...

La gestion De La Qualité Durant La Construcion: Action Nene en Belgique Par Le Comité. "Qualité Dans La Constructon". Motteu; Cnudde ‒ Cib Triennial Congress (1989)

Análise da Compatibilização de Projetos em três edifícios residenciais multifamiliares. Simara Callegari ‒ UFSC (2007) https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/89863

A importância da compatibilização de projetos como fator de redução de custos na construção civil. José Marcos do Nascimento ‒ Revista On-Line IPOG - Especialize (2014)

Materiais de Construção. BAUER,L.a. Falcão (2001)

Materiais de Construção Civil. Carmen Couto Ribeiro; Joana Darc da Silva Pinto; Tadeu Starling (2011)

Construções de Concreto: princípios básicos do dimensionamento de estruturas de concreto armado. Fritz Leonhardt; Eduard Mönning (1977)

Produção de concreto convencional com a utilização de pó de brita. PIMENTA, D. S. ‒ Universidade Federal da Paraíba (2012)

A avaliação do uso da areia de britagem na composição do concreto estrututal. Sabrina Santos Teodoro ‒ Universidade Federal de Juiz de Fora (2013)